Archive | fevereiro, 2011

Sem posts novos? Os antigos estão mais acessíveis!

15 fev

Provavelmente não vamos colocar nenhum posto novo no blog por um tempo.

Enquanto isso, pelo menos, agora ficou mais fácil ver o que escrevemos antes, porque adicionamos uma página descrevendo o conteúdo já publicado. É que nós ficamos encucados quando o Daniduc (do Ducs Amsterdam) chamou a atenção para o fato de que procurar conteúdo em um blog por datas não dá certo. Então fizemos esta página, que supostamente atualizaremos à medida em que o posts novos surgirem. Para facilitar, há um link direto para ela ali em cima, entre o About e o RSS. (E as tags continuam por aí nos posts, também.)

Que mais?

Nada mais, é isso por enquanto. Até a próxima.

Interlúdio: Bridge Band

 

Tábor e sua história

6 fev

Tábor é uma cidadezinha no sul da República Tcheca com uma história curiosa. No começo do século XV, Jan Hus foi queimado vivo pela Igreja e seus seguidores se organizaram, se rebelaram, lutaram contra a Igreja e todo esse período cheio de turbulência social e política é chamado de “Guerras Hussitas” (eu já falei um pouco mais sobre isso antes, bem como sobre a palavra tábor, quando falei da origem do nome de Praga).

Pois bem. Um grupo dos mais radicais dos Hussitas se estabeleceu na colina onde hoje é Tábor e a cidade foi fundada propriamente em 1420. Foi uma ‘base rebelde’ por mais de 30 anos antes de ser tomada pelo exército real. Teve, portanto, sua merecida importância.
Continue lendo

Kutná Hora

1 fev

O Thiago veio nos visitar em novembro. Iêi!

O Thiago é amigo de longas datas, desde os tempos do segundo grau. É uma das poucas pessoas que quando disse que vinha nos visitar levei a sério. Tudo bem que sua passagem por aqui foi bem rápida, mas deu para matar a saudade. Numa semana ele disse que vinha, na outra já estava aqui. Gosto de gente assim.

Numa das conversas que tivemos antes dele embarcar pra cá, ele mencionou que havia visto alguma reportagem em algum canal de tevê sobre a Capela dos Ossos em Kutná Hora. Fiquei animada, porque ainda não tinha ido lá, e quando ele chegou fiz questão de que fossemos. Então, numa manhã de um dia da semana que já não me lembro mais qual era, nos encontramos na estação central (Hlavní Nádraží) para pegar um trem para Kutná Hora.

Eu e Thiago em Kutná Hora. Foto do Thiago.

Continue lendo