Arquivo | julho, 2010

Como não comer carne em Praga

29 jul

O Anthony Bourdain chamou Praga de “a terra que os vegetais esqueceram”. Na época, eu concordei (com a ressalva de que batata e repolho são vegetais…) Lendo agora nos Ducs em Amsterdam o post sobre a visita deles, em que o Daniduc conclui mais ou menos a mesma coisa, achei que devia fazer umas ressalvas. O suficiente, quem sabe, para um post? Sim!

Quando eles nos visitaram, de fato nós não saberíamos desafiar o conceito de que comer fora desviando-se de carnes, na República Tcheca, é no mínimo complicado. De fato, “salada” aqui freqüentemente vem com frango; o halušky, um prato típico eslovaco que à primeira vista no menu parece vegetariano, volta e meia vem com pedacinhos de bacon; e uma das únicas vezes em que eu comi um peixe, ele veio literalmente enrolado em bacon… sei que o peixe não conta, foi só pra ilustrar como às vezes, pela descrição, você acha que um prato não tem tal ingrediente, mas ele só está implícito. Aqui, é carne. Alguma carne.

Mas, com o tempo e uma certa prática, fomos achando umas exceções dignas de nota. Exemplos a seguir! Continue lendo

Eu só queria dizer…

13 jul

…QUE ALÍVIO!!!!

Fazia quase dias semanas que a temperatura não baixava dos 30ºC, e hoje ela finalmente desceu para os 25ºC.

Não fazia idéia de que aqui poderia fazer tanto calor! A gente só conseguia dormir com o ventilador ligado e a janela aberta, o que não era muito conveniente por causa do barulho da rua e dos insetos. No fim de semana nem tivemos coragem de sair de casa porque tudo tava tão quente!

E pensar que, quando a primavera chegou, a gente tava achando que os 7ºC que estavam fazendo já era calor!

Vyšehrád

12 jul

[a título de esclarecimento, o ‘š’ tem som de ‘sh’]

Vista de Vyšehrád. As torres enormes fazem parte da igreja de São Pedro e Paulo. A igreja foi reconstruída no século XIX

A mitologia local conta que há muito tempo atrás existiu o rei tcheco Krok. Ele era muito sábio e justo, e viveu em um tempo em que a língua tcheca ainda não era escrita. Krok procurou difundir o conhecimento da magia em seu país, pois acreditava que assim agradaria aos deuses, trazendo prosperidade ao seu povo. Um dia, os deuses o disseram para se mudar de seu castelinho e procurar um ponto específico nas margens do rio Vltava e lá construir um castelo magnífico. Após o anúncio dos deuses, os homens importantes das diversas tribos sob o reino de Krok partiram para procurar o tal ponto, encontrando-o na beira de um precipício que margeia o rio, onde havia uma nascente. O castelo foi construído e tornado a sede do governo, sendo chamado de Vyšehrád, que quer dizer ‘castelo no alto’. Krok governou lá durante 30 anos até sua morte. Continue lendo

A Arquitetura Praguense I

6 jul

Praga é uma cidade com riqueza arquitetônica imensa. É impossível passear pela cidade e não notar os prédios. Volta e meia paro em frente a algum prédio que me chama a atenção e fico observando os detalhes, as decorações, como ele se encaixa no ambiente e não são poucas as vezes em que faço isso e percebo que as pessoas em minha volta param para ver o que estou olhando. É divertido! Me faz lamentar as aulas de história da arte terem sido inúteis no segundo grau. Quer dizer, não inúteis, mas aprender vendo projeções de transparências de baixa qualidade não faz jus à magnificência dos prédios. Fazia essas coisas incríveis ficarem extremamente desinteressantes. Ainda bem que agora tenho a oportunidade de ver tudo ao vivo.

Aqui decidi rapidamente fazer uma introdução aos diferentes estilos arquitetônicos que encontrei em Praga. Obviamente não conseguirei abordar todos, mas ainda assim acho que será uma experiência interessante. Pode servir de certa forma como um guia visual para quem quiser visitar Praga e entender um pouco de sua historicidade. Eu decidi que, para não encher o saco dos meus 3 leitores seria melhor fazer uma série de artigos, e não postar tudo de uma única vez. Continue lendo

Datas históricas: 5 e 6 de Julho

2 jul

Na semana que vem, temos feriados na segunda e na terça (oba!): dia 5, segunda-feira, é dia de São Cirilo e São Metódio, e dia 6 é o dia de Jan Hus. Cuma?, você pode estar se perguntando. Continue lendo